Briga de casal homossexual deixa um morto em Nova Iguaçu

viatura-roubada-homicidios

Policiais Civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), coordenados pelo Delegado de Polícia Luis Otávio Franco, prenderam na noite da última terça-feira, Rômulo Antônio Brandão, de 21 anos, em cumprimento de mandado de prisão temporária de 30 dias obtido a partir de investigação da própria especializada.

Rômulo foi indiciado pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) contra o seu namorado, Marcelo de Oliveira Souza, de 43 anos, morto em sua própria residência, no bairro de Marapicu, em Nova Iguaçu, na madrugada do último dia 24 de dezembro.

Rômulo e Marcelo mantinham uma relação homoafetiva há 2 dois anos. No dia do crime, após uma discussão entre o casal, Rômulo agrediu a vítima até a morte e fugiu do local com diversos pertencentes de Marcelo.

“Estamos averiguando essa situação. Ele (Rômulo) diz que não levou, mas soubemos que ele pagou contas logo após o ocorrido”, frisou o delegado Luis Otávio Franco.

Deixe um Comentário