Borracheiro é assassinado em Nova Iguaçu

borracheiro

borracheiro

Mais um caso desafia o trabalho investigativo dos agentes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). A principal hipótese é de crime passional. A vítima, identificada como Júnior Barbosa, mais conhecida como ‘Júnior Borracheiro’, foi executado com três tiros na porta de casa, na Rua Maricá, na Praça do Batuta, distrito de Austin, em Nova Iguaçu.

De acordo com as primeiras informações de testemunhas, no último sábado o homem conversava com um amigo na porta de casa quando dois suspeitos numa motocicleta passaram e efetuaram três disparos. Os tiros atingiram Júnior. No chão, o rapaz ainda pediu socorro, mas um dos ocupantes desceu do veículo e desferiu vários pontapés no rosto dele, fugindo em seguida.

Vizinhos chegaram a socorrê-lo para o Hospital da Posse mas ele não resistiu aos ferimentos.

A especializada investiga relatos de testemunhas, segundo as quais o assassinato teria sido motivado pelo suposto envolvimento da vítima com uma mulher, com a qual um dos autores da execução teria tido um relacionamento.

Vizinhos contaram que Júnior era um homem empreendedor. Era dono de uma borracharia, havia começado a trabalhar como mototaxista e já foi proprietário de uma barraca de pastel. “É difícil imaginar porque alguém come-teria uma brutalidade dessas com uma pessoa honesta e que adorava viver” , disse um amigo da vítima.

Deixe um Comentário