Atendente de telemarketing está desaparecido desde segunda-feira

ex9dxjr458txynhm5o20yq5pp

Segundo irmã de Carlos Henrique, de 30 anos , Érica Valéria Marinho da Silva, Carlos tinha combinado de levar a sobrinha, que está doente, ao hospital naquele dia, mas saiu de casa, em Cosmos, na Zona Oeste, às 19h30. O caso está registrado na 48ª DP (Seropédica). O carro dele, um HB20, foi encontrado pela família 24 horas depois que ele saiu de casa, na comunidade Jardim Paraíso, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

esde então, a família de Carlos vive a angústia da espera por ele, e enfrenta uma verdadeira via crúcis percorrendo hospitais e Instituto Médico-Legal (IML) na tentativa de encontrá-lo. Érica contou que que ficou sabendo que Carlos perguntou a uma amiga como se chega em Seropédica, na Baixada, pelo Arco Metropolitano.

Carlos teria saído de casa apenas com a roupa do corpo, a carteira de habilitação e o carro. “O telefonema anônimo dizendo onde estava o carro foi feito por uma idosa. Ela disse que sabia do carro, mas não do corpo”

Deixe um Comentário