Ataque contra policiais de UPP no Rio teve bomba de prego

providencia

ataque contra policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro da Providência, na região central do Rio, na madrugada desta terça-feira, contou com bombas artesanais que, quando explodem, ejetam pregos. Conhecidos como “malvinas”, artefatos semelhantes foram usados no atentado de Boston, nos Estados Unidos, em 2013.

Ficaram feridos os policiais Marcos dos santos de Azevedo, Rodrigo de Alcântara Neves, Jorge Luiz Viana e Jonathan de Freitas Silva. Eles foram levados para o Hospital Central da PM, no Estácio, na Zona Norte da cidade.

Um deles, de acordo com agentes da UPP, ficou com dois pregos fincados na cabeça. Em nota, a assessoria das UPPs informou que apenas um PM permanece internado, mas não espeficicou se foi aquele atingido pelos pregos.

Durante a madrugada, o policiamento na Providência foi reforçado por equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Já durante a manhã a comunidade recebeu policiais de outras UPPs.

Em nota, a assessoria das UPPs disse que os agentes feridos foram atingidos por estilhaços de granada:

“Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Providência, quatro policiais ficaram feridos por estilhaços de granada após um ataque de criminosos, na madrugada desta terça-feira (13/6), na região da Praça Américo Brum. Os agentes foram socorridos para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, e apenas um policial permanece internado para a realização de novos exames. O Batalhão de operações Policiais Especiais (BOPE) reforçou o policiamento durante a madrugada e, nesta manhã, a comunidade recebe o apoio de outras UPPs”.

Deixe um Comentário