Greve da PM no Rio de Janeiro é boato

Falso documento divulgado nas redes sociais. Foto: Divulgação

Falso documento divulgado nas redes sociais. Foto: Divulgação

 

A Polícia Militar divulgou  uma nota em sua página oficial  no Facebook que a informação de  greve dos policiais  é boato. A notícia se espalhou rapidamente  através das redes sociais e causou  espanto a população carioca.

Uma falsa reprodução do boletim interno da PM supostamente assinado pelo comandante-geral. coronel Wolney Dias, diz que a greve seria iniciada a partir da próxima sexta feira. No entanto, a polícia militar alegou na publicação que é preciso pensar no impacto que essa ausência causaria e os males incalculáveis e irreparáveis.

Confira na íntegra a declaração da PMERJ:

“A violência é um grave problema da nossa sociedade. Dentro desse contexto, sabemos que o Rio de Janeiro possui peculiaridades na área da Segurança Pública, só encontradas aqui. Nós, policiais militares, atuamos diuturnamente nesse cenário e sabemos agir nos casos extremos. A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro é a Instituição que garante a “civilidade”, o ir e vir, o trânsito de pessoas. Só nós conhecemos a realidade nua e crua do dia a dia de policiamento. No entanto, é preciso pensar que o impacto da nossa ausência poderá recair sobre nossos ombros, sobre nossas famílias. A nossa falta causaria males incalculáveis e irreparáveis. Temos a certeza que passamos por um momento muito delicado, mas é preciso avaliar as consequências dos nossos atos. Protestos são legítimos, mas precisamos buscar a melhor forma de reivindicar nossos direitos. Paralisar um serviço essencial afeta toda a população, incluindo nossas famílias. A quem interessa a barbárie?#ValorizeQuemteProtege #ServireProteger

Deixe um Comentário