Moradores reclamam de obra inacabada em Nova Iguaçu

17

Dona Benedita Moreira não sabe muito bem quando começaram as obras em frente à sua casa. Mas consegue afirmar que o serviço já durou tempo suficiente para incomodar a ela e a todos os vizinhos da localidade. “O barulho é insuportável e a poeira também. Essa aqui era a melhor rua do bairro, olha como está agora”, reclama a aposentada.

As obras da prefeitura municipal já acontecem há mais de dois anos na Rua Frederico Cameron, no bairro Jardim Alvorada, em Nova Iguaçu. Desde então, os moradores do local reclamam de conviver com vazamentos, poeira a até mesmo desrespeito a suas propriedades. “Já teve dia de isso aqui ficar tudo alagado, não tinha nem como sair de casa. A gente liga para a prefeitura e não tem explicação, nem previsão. Eu nunca vi um engenheiro dessa obra por aqui”, acrescenta Benedita.

A dona de casa Dora do Santos conta que sua rotina mudou para pior. “Meu marido é cadeirante e eles simplesmente destruíram a calçada da minha casa. Na verdade destruíram todas, quase não temos como andar por aqui, meu trabalho é redobrado para sair com ele agora”, explica a dona de casa.

Em nota, a prefeitura de Nova Iguaçu, por meio da Secretaria de Infraestrutura, informou que as obras são de ampliação de galeria pluvial (1.600 metros), que vão desde a Rua Frederico Cameron, passando pela Avenida Abílio Augusto Távora (antiga Estrada de Madureira) até a Via Light, na bacia de retardo. O objetivo é prevenir enchentes, após fortes chuvas. A previsão para o término dos serviços, retomados este ano, é de 40 dias.

Bruna Rodrigues/ Jornal Hora H

Leave a Comment