Homem é amarrado a poste e executado a tiros na Baixada Fluminense

Foto: Wilson Mendes / Extra

Um homem apontado como ladrão por moradores de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi amarrado e executado a tiros durante o início da manhã desta terça-feira. Um outro homem, suposto comparsa do indivíduo que foi morto, também foi amarrado e chegou a ser arrastado pela rua. Ele está preso. A Delegacia de Homicídios da Baixada investiga o caso.

O crime aconteceu no bairro Pioneira. Patrick Soares, de 25 anos, foi pego por moradores e amarrado depois de supostamente realizar assaltos no bairro. Enquanto estava amarrado, pouco antes das 7h, um homem a bordo de um carro Palio branco se aproximou e disparou três tiros contra Patrick. Ele morreu no local.

– Eu ouvi, por volta de 6h30, uma gritaria de “pega ladrão” na rua. Eu sempre ouço gente pedindo socorro! O local tem assalto todo dia pela manhã. Eu não olho, tenho medo de olhar pela janela e levar um tiro porque o ladrão se assustou – contou um morador, que pediu para não ser identificado: – Mas assim, de amarrar e matar, foi a primeira vez que vi.

Segundo moradores do local, os homens são primos e já eram conhecidos por fazerem assaltos na região. A mãe do suposto assaltante que sobreviveu esteve no local e, aos prantos, pediu para o filho sair do crime. Segundo informe da PM, ele foi identificado como Rafael, e foi levado para a delegacia.

Rafael chegou a ser arrastado por 50 metros na rua, por moradores do bairro, depois que o seu suposto comparsa foi executado. Tanto ele quanto Patrick seriam moradores da Vila Sapê, em Imbariê.

– Eu não sou contra pegar e bater não, mas quando o vi amarrado eu senti pena sim – disse uma jovem moradora, de 22 anos.

Via: Extra

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: